Translate this!

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Desencadeando polêmicas


Olá a todos!

Para quem já sabe e para quem não sabe, eu sou o Junior Healy editor chefe do Sexo, Amor e Viadagens. Estou aqui especialmente para falar a respeito da polêmica gerada na postagem de segunda feira, feita pela autora Miss Violet.

O Sav é um blog feito por diversos autores, e o conteúdo das postagens contem a opinião pessoal de quem escreveu, nosso blog tem como principal objetivo a celebração da diversidade, diversidade essa expressada por cada um de nós que escreve, lê e comenta por aqui.
Não haveria diversidade sem liberdade, e é isso que buscamos, a liberdade de expressão.

Na postagem a autora não critica um esteriotipo da diversidade, e sim um comportamento exagerado do qual a mesma não concorda, creio que a polêmica presente em alguns dos comentários ocorreu devido a um equivoco na interpretação de texto.

Então eu pergunto:

Devemos ser hipócritas?

Devemos fingir que gostamos de determinados comportamentos em nosso meio só para não sermos criticados?

Eu particularmente não gosto do comportamento do Ex BBB Serginho. E ai? Sou pré-conceituoso com a classe por isso?

A autora critica um comportamento caricatizado, pois o que é caricata não é levado a sério. Se vcs consideram isso pre-conceito depois não sintam-se ofendidos se por um acaso forem chamados e vera verão, ou Serginho na rua. Porque essa é a imagem que um comportamento caricatizado nos traz.

Como poderemos lutar pelos nossos direitos se não nos fazemos ser levados a sério?

Existem sim gays que envergonham a classe, como existem mulheres que envergonham a classe, Médicos que envergonham a classe, professores que envergonham a classe, Policiais que envergonham a classe e por ai vai...

Não tenhamos a prepotência de acreditar que estamos acima do bem e do mal a ponto de não podermos ser autocriticos.

Pelo amor de Deus!

Não banalizem o termo pré-conceito da mesma forma como tem ocorrido com o termo homofobia.

O que houve aqui não foi discriminação do ser humano, houve apenas uma critica comportamental, baseada em uma opinião pessoal.

Nós não somos um blog militante e nem defensor do politicamente correto, somos um blog criado por pessoas imperfeitas para pessoas imperfeitas.
Não viemos aqui para ditar regras, estamos aqui para trocar opiniões e experiências.

Não estamos aqui com a nobre missão de mudar o mundo, estamos aqui apenas para sermos nós mesmos.


Obs: Este texto conteve altissimas doses de opinião pessoal.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 comentários:

Anônimo disse...

Kylie disse...

Acho que o grande problema daquele post, e deste também, é que não se pede que se goste de todo tipo de pessoa ou comportamente mas que se respeite. Quando leio coisas assim me vêm a cabeça os Bolsanaros da vida, ditando regras de comportamento. Acho complicado este tipo de depoimento pois ele vem carregado com um preconceito "disfarçado" e muita arrogância, sem contar que ofende, e muito, os gays e lésbicas que não são, nem fazem questão de ser, discretos,ou seja, na visão de muitos gays, que não sabem se "comportar". acredito que de toda esta polêmica deve ficar pelo menos a reflexão: será que em uma sociedade com tanto ódio, preconceito, violência e ignorância, vale a pena escrever algo que reforce ainda mais esses sentimentos?

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Parabéns Junior ... é por aí mesmo ... tb não suporto mais esta onda do politicamente correto ... q saco isto ... tudo q se fala serve para gerar polêmica ... onde está o direito de livre expressão? pq somos obrigados a gostar disto ou daquilo e a não gostar disto ou daquilo só pq é assim q o politicamente correto exige? Respeitar as individualidades e práticas de cada um é uma coisa, agora gostar ou não gostar disto é um direito tb ...

bjão

Ma disse...

Sinceramente acho que nesse caso é melhor simplesmente dizer que é uma opinião pessoal e pronto. Quanto mais se tenta justificar uma atitude respaldando em alguma coisa, mais enrolada a coisa fica.

Também sou contra essa coisa do politicamente correto, mas sou contra essa coisa do politicamente diplomático e tive que fazer uma crítica tão pesada quanto o conteúdo do mesmo.

Nenhuma liberdade de escrita tem o direito de ser cruel com determinado grupo, mas na minha opinião tem de existir justamente pra gente descer o cacete encima

Ou seja, obrigado Miss Bolsonaro por ser o saco de pancada da vez, hehehhe

Ro Fers disse...

ótimas palavras garoto, afinal ser gay não significa concordar com tudo, acho um absurdo quando falam que discordância é preconceito...
Abraços

skull disse...

acho lindo os comentarios. é como se eu estivesse no blog da cançao nova. concordam tds com o nao politicamente correto, acho agradabilissomo ver o msm argumento usado por homofobicos assumidos por supostos nao homofobicos. só pra esclarecer q nao é uma questao de liberdade, pq esas desculpa é a msm usada pra q nos mantenhamos no armario, ou pra q sumamos do mundo espancados e destituidos de qualquer direito pq somos gays. somos gays e pronto. se vc é bofe, viadinho, trans ou qualquer merda q te faça se sentir bem, seja feliz portanto. e q os incomodados assim como os homofobicos de plantão consigam compreender q a liberdade deles é a da escolha de não estar com esse grupo/pessoa. não a liberdade de dizer q eles nao deviam fazer ou ser assim. acho q polemica a gente causa com bom senso, e sinceramente numa sociedade onde a heteronormatividade é imposta e crescemos ouvindo como devemos odiar o diferente vc dizer isso e outro ainda reafirmar é igual ao pastor de uma igreja dizer pra sua comunidade q os gays sao criaturas diabólicas. Pq convenhamos q no mundo gay há tanto preconceito quanto fora dele. Particularmente eu mais masculina q a maioria dos meus amigos homens, e nem preciso me esforçar pq meu porte físico é assim já, sofro muito mais preconceito dentro da comunidade q fora dela. Então mudemos o rumo do correto a ser usado para o melhor pra nossa sociedade/comunidade. Pq sim vc está apenas promovendo e disseminando preconceito e nd mais.
Nem vou entrar na discussão do gênero,identidade e etcs, mas acredito q msm expressando sua opinião vc deveria compreender a noção de q mulher/feminino/homem/masculino é uma construção social e não a bíblia dos procedimentos a ser seguidos desde q nasceu de acordo com seu sexo biológico.
Viva a hipocrisia e a homofobia interna é a única coisa q ,no momento, vcs celebram com esses posts.

divagacoesedevaneios disse...

A questão não é não ter direito a não gostar de certas atitudes, é generalizar isso e querer criar uma regra: "concordem comigo, isso é feio, não façam". N gosta, fica longe, mas não vem atacar publicamente...

Se for algo a construir diga, se não.. melhor não machucar pessoas com isso, não?

Postar um comentário

 
Powered by Blogger