Translate this!

segunda-feira, 14 de março de 2011

Viver com medo é viver pela metade..


Não quero mais ser figurante. Dizem tanto por aí que a vida é feita de escolhas, e essas escolhas geralmente são de pais, irmãos, amigos, quase nunca são suas. E porque? Sim, nos amam tanto que não tem ciencia de quando os sonhos deles acabam e os nossos é que começam. De quando eles terminam, e nós começamos. Sim, nós existimos, estamos aqui. O medo nos faz pensar que deixar alguém dirigir é mais seguro, sentar no carona, ou até mesmo no banco de trás. Isso vale, quando você ainda está inseguro e confuso de quem é, do que quer. Mas quando a ficha cai, hora de amadurecer né? Chega de ser figurante. Hora de ser o roteirista. Afinal, a história é sua, não? Saia do banco de trás e passe para o volante de sua própria vida. Sentada ali atrás, você não poderá protestar nem reclamar se o rumo tomado for o oposto do que você gostaria.  Sei que parece dificil, perigoso, dá medo. Mas você nunca saberá se não tentar. O importante é ser feliz, é mostrar que quem dirige, pilota a sua vida é você mesma, e haja o que houver, você continuará tentando, insistindo, não desistirá da felicidade. Você não está aqui a passeio, lute, corra riscos, faça valer a pena. E se não deu certo hoje, tente outra vez!
Sei que todas nós temos medos. Eu os tenho. E são muitos! Mas ele nos dominará, ou o dominaremos?
É aí que está a diferença.

“Nosso medo mais profundo não é o de sermos inadequados.
Nosso medo mais profundo é que somos poderosos além de qualquer medida.
É a nossa luz, não as nossas trevas, o que mais nos apavora.
Nós nos perguntamos: Quem sou eu para ser brilhante, maravilhoso, talentoso e fabuloso?
Na verdade, quem é você para não ser?
Você é filho do Universo. Fazer-se de pequeno não ajuda o mundo.
Não há iluminação em se encolher, para que os outros não se sintam inseguros quando estão perto de você.
Nascemos para manifestar a glória do Universo que está dentro de nós.
Não está apenas em um de nós: está EM TODOS NÓS.
E conforme deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas, permissão para fazer o mesmo.
E conforme nos libertamos do nosso medo, nossa presença, automaticamente liberta os outros.”
(Nelson Mandela)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 comentários:

Ponto G disse...

Cada um tem a régua e o compasso, ou seja, traçe o seu destino e seja Feliz!!!!!

Carol disse...

Perfeito texto Jess! Já sou fã do blog por sua causa! tô amando sua coluna aqui!!!

Essa coisa de sair do banco de trás é exatamente o que eu tenho que fazer. Valeu Jess!

Jess Medina disse...

O medo existe, fato. Mas o importante é tentar dominá-lo, antes que ele te paralise.

Acompanhem o Sapatilha: http://alwaysinmyplace.blogspot.com/

Vagando no Espaço disse...

Texto perfeito.
Diz tudo de forma simples, objetiva e direta.
Fecha com chave de ouro.
Parabéns pela postagem!!

Anônimo disse...

Perfeito!!

Postar um comentário

 
Powered by Blogger