Translate this!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Sexcêntrico: Capitulo II

Capitulo II - Melissa

Já havia se passado algum tempo desde a minha primeira vez com o Carlos, ele havia me procurado algumas vezes, mas por algum motivo eu já havia perdido o interesse nele e sempre inventava uma desculpa ou simplesmente dava um jeito de não encontra-lo. O Carlos não era bobo, e não tardou desistir de ir atrás de mim, meio que me senti aliviado de não precisar dar mais desculpas.

Era apenas mais uma tarde comum e ensolarada de um dia qualquer da semana, quando ouço alguém me chamar no portão, era a Melissa (Sim!, a mesma que posta aqui no Blog), ela estava me chamando para ir no Cyber Café (a palavra Lan House ainda não era muito utilizada), naquele tempo internet era bastante cara e a inclusão digital não era tão comum como hoje em dia, (claro não tínhamos internet em casa!) Conheço a Melissa desde os 12 anos de idade, foi a minha primeira namorada, bem como a primeira pessoa a quem revelei que não gostava de garotas (Ela já sabia claro!, quando namorávamos era um sacrifício para eu beija-la! rs). Íamos sempre para as salas de bate papo, na época Uol e Mirc entravamos em canais GLS com o objetivo de conhecer pessoas novas e eventualmente pegar algumas, e foi em uma dessas tardes de sol que a Melissa conheceu o Valter.

O Valter era um desses universitários nerds que curtiam uma boa putaria, não lembro ao certo como foi o primeiro encontro dos dois, mas o Valter tinha uma proposta para nos fazer, nos levar até um desses estacionamentos onde casais costumam transar a céu aberto com o intuito de ver e serem vistos enquanto praticavam sexo . Quando a mel me falou do convite fiquei bastante tentado a ver do que se tratava assim como ela, e logo marcamos um dia a noite para o Valter nos buscar e nos mostrar essa outra face da libido humana.

Para nós era tudo muito novo, ao chegarmos lá fiquei paralisado ao ver um casal transando encima do carro enquanto alguns homens se masturbavam observando a cena, de tão chocados que estávamos com a situação não quisemos sair do carro, o que sentíamos era uma mistura de perplexidade, insegurança e prazer. Não participamos dos showzinhos, mas passamos a acompanhar o Valter sempre que possível, algumas vezes arriscávamos um sexo oral aqui e ali fora do circuito da orgia, ainda tímidos devido a pouca experiência que tínhamos.

Em uma dessas nossas saídas a Melissa e eu conhecemos o Jefferson, uma carinha boa pinta com um estilo de playboyzinho que nos atraia muito os outros caras do grupo não simpatizava muito com a cara dele, afinal ele sempre acabava pegando as mulheres mais gostosas, era meio que uma dor de cotovelo básica. Como puderam perceber no texto a Melissa e eu sempre fomos melhores amigos, e como melhores amigos que somos iniciamos a nossa primeira aventura a 3 juntos. Sim saímos com o Jefferson sem que o pessoal do clube soubesse e experimentamos uma das relações a 3 mais excitantes que já tivemos dentro de um carro a noite em um estacionamento em frente ao condomínio que morávamos. Apesar de não saber direito o que estávamos fazendo, sabíamos muito bem o que queríamos fazer e fomos com toda sede ao pote.

O tempo como sempre foi passando, e não me lembro como aos poucos fomos perdendo o contato com o pessoal do clube de swing, já não estávamos interessados em fazer parte de tudo aquilo, descobrimos que poderíamos continuar nos divertindo sempre que quiséssemos, mas dessa vez arrumaríamos nossos parceiros por conta própria. Nesse meio tempo a Mel viveu a primeira experiência Homo dela, e eu segui em frente em busca de novas descobertas, claro na maioria das vezes com a participação da minha fiel escudeira.

Continua...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

12 comentários:

G. Machado disse...

Essa hisória tem pano para muita manga!!

hauahauahaua...
parabens!

Melissa disse...

relendo essas aventuras deu uma nostalgia tão gostosa! Sempre falamos que nossa adolescência daria um livro.. tò começando a achar que é verdade!
Essa experiência com o Jefferson, ficou pra história forever! Foi uma Delicia, talvez pela situação , ocasião, o sabor do proibido, de ser descobertos a qualquer momento! Ah...como disfrutamos!

Fabio_sp disse...

Huahauhaahauahaahaa... a história aqui é bem quente. Quero entrar na banheira junto com vcs.. ah, com melissa também.

Neto disse...

Poxa, mto excitante a história, qro esta juntinho com voces.
Ficou showww

Leandra disse...

Caralhoooo
isso aqui é *****
quero entrar ... e ...
heheheheheheheheheehhe

Fabiola disse...

Hum, Melissa, vem para minha banheira, é de hidro...gente esse post fez eu lembra das minhas fugudinhas.

Adorei, parabéns

Sergio BH disse...

Tem +???

Paula disse...

Tudo em + de 3 é + gostoso... huahuahuahuahua

Afrodite disse...

Olha,pelo visto ainda tem muita estória quente por aí,né?
Bacana saber que vcs são tão amigos assim!
Amizades assim são raras!
Que vcs conservem a mesma longe de inveja e mau olhado!
Beijo!

Robert disse...

Mto legal o enredo, uma aventura!!!!

Lady Jane Grey disse...

adorei a história
quero mais e logo ehehehe
bjos

Rose disse...

Adoro manage

Postar um comentário

 
Powered by Blogger