Translate this!

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Gays podem doar sangue?

Olá leitores e leitores do Sexo,Amor & Viadagens!!
Imagine a determinada situação: Você cidadão brasileiro, honesto, sociável e gay, caso necessite salvar a vida de um ente querido que precise de sangue, e por acaso voce seja o único doador com fator sanguineo compativel NÃO PODERÁ DOAR SEU SANGUE E AJUDAR seu parente ou qualquer outro cidadão.




Não sabe por que? Let's go, o

vai destrichar esse babado.

Em nota técnica enviada pelo Ministério da Saúde confirmou que gays (são Homens Não é?) e homens (Heteros) que fazem sexo com outros homens não podem ser doadores de sangue.

Segundo os representantes (VALE A PENA PESQUISAR O CURRICULUM LATTES DOS PESQUISADORES) do Ministério, os grupos "mantêm conduta de risco de infecção de doenças como Hepatite B, C e AIDS". A nota intitulada "Situação de risco acrescido para doação de sangue" é baseada em algumas pesquisas recentes e outras nem tanto, relacionadas à Aids.

Fazendo uma pesquisa detalhada no site do Ministério encontrei informações erradas e com nível de ambiguidade fora dos limites. Enquanto os pesquisadores conservadores e PreConceitusos "Xoxavam" a comunidade LGBT, outros pesquisadores declaram o seguinte sobre a situação da AIDS no Brasil.

"A forma de transmissão predominante é por via heterossexual tanto no sexo feminino (90,4% dos casos) como no masculino (29,7% dos casos). Entre os homens, a segunda principal forma de transmissão é homossexual (20,7% dos casos - Neste caso, pesosas que fazem surubas e pegação e não utilizam preservativos tem chances de receber a carta do clube do Doce), Isso vale para os Heteros, adoram cair numa suruba, principalmente os homens, seguida de usuários de drogas injetáveis (19%). Nas mulheres, a segunda forma de transmissão é entre usuários de drogas injetáveis com 8,5% dos casos. " Site do Ministério da Saúde."

Então, não é justo proibir a doação de sangue, uma vez que não existe um estudo especifico e conclusivo sobre o assunto. Existem estudos superficiais e parciais realizador pela ala conservadora da política Brasileira. Esse tipo de "lei" é uma estratégia para humilhar e satanizar a imagem do homossexual na sociedade.

Outra peróla do Ministério da Saúde:

O Ministério da Saúde chega a conclusão de que estão inaptos para doação de sangue: homens e ou mulheres que tenham feito sexo em troca de dinheiro ou de drogas, e os parceiros sexuais destas pessoas; pessoas que tenham feito sexo com um ou mais parceiros ocasionais ou desconhecidos, sem uso do preservativo; pessoas que foram vitimas de estupro; homens que tiveram relações sexuais com outros homens e ou as parceiras sexuais destes; homens ou mulheres que tenham tido relação sexual com pessoa com exame reagente para anti-HIV, portador de hepatite B; pessoas que estiveram detidas por mais de 24h; pessoas que tenham colocado piercing ou feito tatuagem em lugares que não apresentavam condições de segurança; pessoas que tenham apresentado exposição a sangue ou outro material de risco biológico; pessoas que sejam parceiros sexuais de hemodialisados e de pacientes com historia de transfusão sanguínea; pessoas que tiveram acidente com material biológico.

Antes de encerrar o comunicado, a entidade pede desculpas pela restrição de doadores. "O objetivo não é a exclusão do grupo de gays desta generosa prática; nem tampouco apoiar atitudes de constrangimentos e de discriminação desta natureza nos serviços de hemoterapia".


E agora José ou Maria?

O atual ministro da saúde Alexandre Padilha, garantiu que vai fazer reunião técnica para rever a portaria da Anvisa que proíbe as doações de sangue por homens gays e bissexuais.

Nas palavras de Padilha:

“Vou abrir uma discussão técnica sobre isso e saber o porquê da regra. Vamos rever qual seria a adequação em função da atualidade, inclusive do comportamento da epidemia de doenças que podem ser transmitidas através do sangue”, disse.

Alexandre Padilha analisou que nos dias atuais não existe mais o conceito de grupo de risco, mas de pessoa com vulnerabilidade. “Existe, inclusive, sobre esse tema uma resolução internacional”, acrescentou.

E vocês nobres leitores consideram a portaria da Anvisa preconceituosa ?


Eis G.Machado no Ponto G.

e todos os dias no http://www.gmaxado.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

Arnald disse...

+ um absurdo no Brasil, proibe as pessoas de doar sangue por serem gays ou lesbicas. E os hetéros fazem pior.

Junior Healy disse...

Realmente as politicas a respeito da doação de sangue no Brasil tem que ser revisadas o quanto antes, até por que já não existe mais grupo de risco, e sim comportamento de risco.

Lady's disse...

Olá babys direto da Argentina curtindo minhas férias, mas dando uma passada para conferir o blog. Olha ano passado o trote de direito da universidade que estudo foi um trote solidario, foi feita uma campanha para doar sangue e foi ai que descobri que gays não podem doar sangue, me senti muito humilhado.
espero que isso um dia mude, pq sempre se tem essa imagem de gay associado com doenças.
bjos té mais

Postar um comentário

 
Powered by Blogger